Love Cinema!

07/02/2020
- Por Victor Luis

Love Cinema: e o Oscar de melhor filme de 2019 vai para...

Neste domingo (9), em Los Angeles, acontece a tão esperada cerimônia da 92º edição do Oscar, ou a grande premiação cinematográfica hollywoodiana. Até agora, quase todos os precursores do Oscar entregaram seus troféus, inicialmente com o Globo de Ouro e em seguida outras guildas da indústria. Embora, sempre exista a chance de uma grande surpresa, esses precursores acrescentaram muita clareza à corrida. Quem está prestando atenção neles e na história do Oscar provavelmente pode fazer previsões bastante precisas até agora. Uma categoria que ainda está um pouco aberta é a de Melhor Filme. Para deixar claro, existem candidatos definitivos nesta categoria, mas é uma corrida bastante disputada e será interessante ver o que os votantes do Oscar irão decidir. Sem mais delongas, aqui estão algumas análises de possíveis chances dos indicados ao Melhor Filme de 2020 vencerem:

1917

O drama habitado na Primeira Guerra Mundial, de Sam Mendes, teve seu destaque na temporada de premiações. Apresentado como se tivesse sido filmado em uma filmagem contínua, 1917 conquistou a crítica e o público graças à sua incrível habilidade técnica e à história simples de dois homens que estavam em uma missão perigosa atrás das linhas inimigas. Após ter vencido o Globo de Ouro de Melhor Filme – um pouco antes de sua estreia em todo o país, aumentando suas perspectivas de bilheteria. E sim, o filme deu o que falar e se tornou um sucesso comercial considerável, o que só ajuda. A viabilidade de bilheteria obviamente não é um pré-requisito para as vitórias do Oscar, mas contando que o longa ganhou o prêmio de Melhor Filme no Producers Guild Awards (Prêmio do Sindicato de Produtores da América), e geralmente é um dos precursores mais fortes do Oscar.

Era uma vez em...Hollywood (Resenha no Love Cinema)

Temos aqui Brad Pitt que, definitivamente, terá sua vitória de Melhor Ator Coadjuvante, mas o filme está enfrentando dificuldades para obter o grande prêmio. À certa altura, a fascinante obra de Quentin Tarantino, uma carta de amor para a década de 1960 foi a pioneira nessa categoria, mas suas chances foram um pouco prejudiciais, uma vez que falhou na PGA e também perdeu o prêmio SAG (Prêmio do Sindicato de Atores) de Melhor Elenco (o equivalente a Melhor Filme na premiação), sugerindo que ele pode não ter tanto apoio geral como alguns poderiam ter pensado inicialmente.

A Academia geralmente não consegue resistir a um filme sobre filmes. Ter conquistado a vitória no Globo de Ouro de Melhor Filme - Musical ou Comédia -, um prêmio importante que pode manter vivas as esperanças do Oscar. E apesar de Tarantino ter ganhado duas vezes no Melhor Roteiro Original, o consenso geral é que ele está atrasado para um dos grandes prêmios (Melhor Filme ou Melhor Diretor). Com Mendes liderando o grupo na corrida de Melhor Diretor, a Academia pode optar por uma divisão de Filme/Diretor e entregá-la a Era Uma Vez em... Hollywood.

Parasita

Sendo somente o décimo segundo filme em língua estrangeira da história do Oscar a ser indicado para Melhor Filme, o longa de Bong Joon-ho é realmente uma das expressivas obras cinematográficas do ano passado. Ter recebido elogios e apoio desde a vitória na Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2019 e tem enormes chances de vencer Melhor Filme Internacional, ainda mais que o filme tenha tantos fãs, parece algo que prosperaria na votação preferencial de Melhor Filme. Esse seria um momento histórico incrível no Oscar. Como o filme falhou na PGA, isso já é um grande obstáculo. Porém, alguns prognósticos do Oscar estão apontando para a grande vitória de Parasita na SAG (onde ganhou o prêmio Melhor Elenco) como um sinal de que ela ganhará o prêmio de Melhor Filme no Oscar, mas isso não é um indicador sério.

O Irlandês (Resenha no Love Cinema)

Em poucas mãos, o Irlandês poderia ter sido um desastre, mas Martin Scorsese fez outra obra-prima épica do crime. Nomeado o melhor filme do ano pelo National Board of Review, que continuamente elogiou o filme em toda a temporada de prêmios e deu à Netflix outro candidato legítimo ao Oscar, já que a gigante do streaming continua fazendo barulho no circuito de premiação. Algumas críticas positivas rodaram todo o mundo, com Scorsese movendo o filme de mais de três horas em um grande ritmo e o elenco apresentando excelentes performances. No entanto, a falta de vitórias significativas em outras premiações praticamente garante que não vai ganhar o grande prêmio. Curiosamente, considerando que tipo de filme é esse, suas melhores chances de vitória são provavelmente a de Melhores Efeitos Visuais. Scorsese finalmente superou a corcunda do Oscar há algum tempo com Os Infiltrados [2006], mas seus fãs ainda desejam que este tenha uma chance melhor, e, seria necessário um aumento sem precedentes na votação preferencial para o filme sair por cima.

Coringa (Resenha no Love Cinema)

Sem dúvida, o candidato mais polarizador de melhor filme do ano, Coringa anunciou-se como um possível candidato de premiações durante o Festival de Veneza de 2019 (ganhando o Leão de Ouro) e trilhou seu caminho a partir daí. Um filme da Warner Bros. Inicialmente, hesitou em até se tornar o título mais indicado no Oscar de 2020 e é encabeçado pelo favorito de melhor ator para Joaquin Phoenix. É uma jornada e tanto para um projeto que mais do que algumas pessoas levantaram uma sobrancelha quando foi anunciado pela primeira vez. O filme chegou ao modismo e continuou inspirando debates, tornando-o um dos filmes mais comentados de 2019. Embora seja ótimo que a Academia tenha indicado outra adaptação em quadrinhos de Melhor Filme (depois de Pantera Negra no ano passado), os fãs deste gênero provavelmente terão que esperar para ver um quebrar o teto de vidro com uma vitória. Phoenix tem quase garantida a vitória de Melhor Ator (até os opositores do Coringa concordam que ele é fenomenal), mas olhando filme em si, tem alguns críticos duros que colocam seus votos em outro lugar.

Jojo Rabbit

Desde o momento em que a sátira anti-ódio de Taika Waititi superou suas críticas mistas e ganhou prêmios do People's Choice Awards e do Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF). Mas, ao contrário do campeão do TIFF do ano passado, Green Book, Jojo Rabbit parece não ser uma grande aposta para ganhar na categoria de Melhor Filme. Embora tenha marcado presença com indicações no NBR, AFI, Globo de Ouro etc, e até tenha sido reconhecido com acenos de DGA e SAG, porém o filme não ganhou nada de nota. Isso prejudica seu caso geral do Oscar, colocando-o no segundo nível dos candidatos a Melhor Filme. Reforçado por uma mensagem edificante, Jojo Rabbit parece o tipo de filme que se sairia bem na votação preferencial, mas simplesmente não conseguirá votos suficientes. E aos que simpatizaram pelo filme, terão que esperar o prêmio de Melhor Roteiro Adaptado, que talvez seja a categoria em que tenha melhor chance. Se a Academia quiser dar algo ao filme, provavelmente será só isso.

História de Casamento

Recebendo apenas elogios enquanto passeava pelos vários festivais de cinema, houve um momento em que a História do Casamento parecia que poderia ter sido aquela que surgiu à frente do grupo (especialmente na votação preferencial). Apesar de todos os elogios, o segundo indicado ao Oscar de Melhor Filme de 2020 está aquém do esperado. Muito parecido com Jojo Rabbit, este é um que apareceu em todas as listas de precursores certas, mas não obteve nenhuma vitória - fora de Laura Dern levando para casa quase todos os notáveis troféus de Melhor Atriz Coadjuvante. É provável que Dern ganhe o Oscar, e ela pode ser a única vitória do filme no domingo de Oscar. Adam Driver tem que lidar com Phoenix (que é o melhor ator arrebatador) e Scarlett Johansson é contra a melhor atriz Renée Zellweger. O roteirista/diretor Noah Baumbach tem uma chance de Melhor Roteiro Original (dependendo de como os eleitores votaram), mas é isso, ainda é ótimo que a Netflix teve dois grandes filmes nesta categoria este ano.

Adoráveis Mulheres

Durante a temporada de premiação, há alguns anos, Lady Bird [2017], de Greta Gerwig, foi uma previsão fácil para a indicação de Melhor Filme, porém sua adaptação de Mulherzinhas [Little Women, Louisa May Alcott, 1868] não foi tão clara. Apesar dos elogios quase unânimes dos críticos, teve alguns desprezos notáveis - incluindo o Globo de Ouro - que aparentemente prejudicaram suas chances no Oscar. Por um tempo, parecia que não terminaria neste filme, mas obviamente garantiu apoio suficiente durante a votação preliminar. Sua inclusão na lista de Melhor Filme foi uma surpresa agradável para muitos. Mas, com esses desprezos acima mencionados e a falta de grandes vitórias nos precursores (sem PGA), o filme tem poucas chances de ganhar o melhor filme. Gerwig tem uma chance de Melhor Roteiro Adaptado, mas é o seu segundo filme como diretora, e possivelmente, não deverá levar na categoria de Roteiro Adaptado, algo totalmente injustiçado. E, embora isso seja decepcionante, de fato, a Gerwig ter duas indicações para o Oscar de Melhor Filme é fundamentalmente um caso vencido, pois são raros os filmes dirigidos por mulheres concorrendo na categoria com frequência.

Ford Vs Ferrari

Ford vs Ferrari está em um barco semelhante ao de Adoráveis Mulheres. Ele recebeu críticas positivas e foi muito apreciado por muitos que o viram, mas obteve mais desprezos do que indicações nos precursores. O drama de corrida de James Mangold ficou de fora da lista dos dez melhores da AFI e de uma indicação ao Globo de Ouro. O longa se recuperou muito bem com um aceno da PGA, mas até então era evidente que não era muito um bom concorrente de Melhor Filme. Estava na bolha durante a maior parte da temporada, embora de alguma forma tenha passado. Todo mundo adora uma ótima história de azarão, mas o filme nem sequer tem uma chance de perfurar o Oscar de Melhor Filme. Este é um dos indicados que teve a sorte de estar presente no Oscar, é entretenimento engajado, cansativo em alguns momentos, mas justamente reconhecido como um dos melhores filmes do ano.

Balanço final:

Quem levará: 1917

Quem deveria: Era Uma Vez Em...Hollywood

Quem pode surpreender: Parasita

Fale com o autor através das mídias sociais dele:

@_victo

Facebook: https://www.facebook.com/victo...

E-mail: littoh_@hotmail.com

O texto reflete a opinião do autor, e é de inteira responsabilidade do mesmo.



Tags

compartilhe

Post relacionados

Instagram